Seja bem vindo, campista!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Seja bem vindo, campista!

Mensagem por Poseidon em 25/06/12, 01:35 am

Seja bem vindo, campista!

Sua chegada já foi notada por algumas pessoas. Torne-se, oficialmente, um membro do acampamento, aproveitando este espaço para nos contar um pouco sobre você (nome, idade, sua história de vida e como chegou até a colina Meio-Sangue etc.)

Deixe sua imaginação fluir, pois criatividade e envolvimento com a trama serão grandes trunfos que, se bem utilizados, o privilegiarão no decorrer do jogo. Então, conte-nos, quem é você?
avatar
Poseidon
ADM's
ADM's

Mensagens : 124
Data de inscrição : 22/06/2012
Localização : Monte Olimpo

Dados Pessoais
Level: ∞
Vida:
99999999/99999999  (99999999/99999999)
Energia:
99999999/99999999  (99999999/99999999)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja bem vindo, campista!

Mensagem por Geovanna Di Angelo em 07/07/12, 03:27 pm

Acordei no meio da noite...tinha sonhado com esse lugar e então peguei um mapa segui meus instintos e vim pra cá.Meu nome é Geovanna tenho 11 anos , fugi de casa quando pequena,morava em uma casa abandonada.Ainda não reclamada.
avatar
Geovanna Di Angelo

Mensagens : 1
Data de inscrição : 07/07/2012
Idade : 17
Localização : Acampamento Meio-Sangue

Dados Pessoais
Level: 1
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário http://web-novela-br.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja bem vindo, campista!

Mensagem por Victor Paroschi em 23/08/12, 05:07 pm

oi sou Victor tenho 14 anos, filho de Dioniso, eu estava em casa quando um Satiro me encontrou e disse que eu deveria ir com ele pois monstros estavam a minha procura. Ele me trouxe pra ca. Eu ja tinha sido reclamado mas quando isso aconteceu não sabia o que isso significava.
avatar
Victor Paroschi
Campista Recém-chegado
Campista Recém-chegado

Mensagens : 2
Data de inscrição : 23/08/2012
Idade : 18
Localização : Maringá

Dados Pessoais
Level: 1
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário https://twitter.com/victorbparoschi

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja bem vindo, campista!

Mensagem por Kaduzin em 16/10/12, 05:45 pm

Olá meu nome é Carlos, tenho 12 anos, eu certo dia em uma aula de educação física, o meu professor me chamou para o lado da quadra que impedia dos outros alunos me verem e ele se transformou em um minotauro, então das minhas mãos saíram chamas e ele se transformou em pó deixando um par de chifres, peguei eles e guardei na minha mochila voltei pra casa quando cheguei minha mãe não estava lá peguei o dinheiro da emergência e sai seguindo meus instintos e achei o acampamento, ainda não sou reclamado

Kaduzin

Mensagens : 1
Data de inscrição : 16/10/2012

Dados Pessoais
Level: 1
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja bem vindo, campista!

Mensagem por Gabi Diangelo em 01/11/12, 10:55 pm

Meu nome é Gabriela, tenho 12 anos, antes eu já não achava que minha vida era normal, mas no dia do meu aniversário de 12 anos, comecei a achar menos ainda.
eu vivia muito feliz com minha mãe em nossa casa, ela me dizia que meu pai morreu antes de eu nascer, ela se casou novamente com um homem muito legal, e nós três vivíamos felizes em nossa casa, mas bem na noite de meu aniversário de 12 anos, algo muito estranho aconteceu, eu fiz uma festa para meus amigos e amigas, cantei parabéns com minha família, e fui dormir normalmente, como todos os dias eu fazia, me deitei na cama, li um livro e em pouco tempo adormeci, esperando que o sonho viesse.
--------------------------------------------------------*SONHO* --------------------------------------------------
Eu estava sentada deitada na minha cama, conseguia ver meu corpo ali, a mesma camisola que estava usando, meu cabelo preso em um coque para não bagunçar, meus braços envolvidos em um cachorro de pelúcia e o livro caído ao meu lado, mas o estranho, era que eu me enxergava como se olhasse para um espelho, quando me dei conta disso, olhei para meu corpo, eu estava igual á eu que estava dormindo na cama, mas estava transparente, era como se uma aura brilhante me envolvesse, tentei tocar em mim mesma deitada na cama, e no mesmo momento tomei um choque. Parecia que minhas pernas criaram vontade própria, comecei a flutuar, sem poder controlar meus movimentos, a janela do meu quarto subitamente se abriu, e eu flutuei para fora, novamente contra minha vontade, como se alguma força me puxasse.
Era uma noite muito escura, eu que até agora estava flutuando desci ao chão suavemente, para o chão, e fui andando um pouco acima do chão, até chegar em um lugar com muita sombras, uma luz muito forte me forçou a fechar os olhos, e quando abri, estava em um lugar vazio, que parecia um palácio, haviam labaredas de fogo, e dois tronos, em um estava sentado uma mulher alta vestida com um vestido longo colorido, ela possuía longos cabelos escuros e olhos coloridos, e olhava para mim com muito desgosto. Ao lado da mulher havia um trono feito de ossos, onde estava sentado um homem grande e forte, com cabelos pretos, olhos escuros que emanavam loucura e uma barba longa e preta.
-Gabriela.- O homem se levantou de seu trono e foi andando em minha direção.- Eu te trouxe aqui, para lhe desejar um feliz aniversário.- Eu não estava entendendo o que estava acontecendo, sempre tive sonhos estranhos, mas esse parecia tão real, eu quase conseguia sentir que tudo aquilo era real, e aquele homem me parecia tão familiar, e não pude deixar de notar uma certa semelhança entre nossa aparência.
-Então parabéns.- Ele continuou- Filha.
-Do que você me chamou?- Fiquei em estado de choque por um momento, meu pai tinha falecido antes mesmo de eu conhece-lo.- Mas meu pai morreu!
-Então foi isso que ela disse a você?- O homem resmungou.- Não, seu pai não morreu, estou bem aqui!- Eu cambaleei para trás, achei que eu ia cair, mas isso parecia não ser possível já que eu estava flutuando um pouco acima do chão.
-Você está acordando Gabriela, veja.- Ele estalou os dedos e apareceu uma imagem em sua mão em uma bola de cristal em que meu corpo deitado na cama começava a se mexer.- Tome, leve seu presente e boa sorte, filha!- O homem jogou para mim uma pequenina caixinha preta que voou direto para o bolso de minha camisola, a moça estalou os dedos, e um monte de margaridas grudaram em mim, comecei a gritar.
-------------------------------------------------*FIM DO SONHO------------------------------------------------
-Ah!- Acordei com meu próprio grito, mas estranhei o fato de que quando me acalmei e fechei a boca, continuei ouvindo um grito, era o grito de minha mãe.
Me levantei correndo da cama, calcei uma pantufa de patinho e comecei a correr para o lugar de onde vinha o grito, o quintal.
Minha mãe estava tentado correr na direção do nosso carro, meu padrasto distraia um grande , ser, um animal estranho, parecia um cavalo, apertei melhor meus olhos, não era um cavalo, era um minotauro! Eu não sabia o que fazer, e gritei, o animal tirou a atenção do animal de meu padrasto, e voltou-a para mim. Eu vi minha vida passar pelos meu olhos, me encolhi no chão, enquanto via o Minotauro correr em minha direção, preparando para me atacar com seus chifres, fechei meus olhos e esperei, esperei, e nada aconteceu, quando criei coragem para abrir os olhos novamente, me vi em uma situação incrível.
Uma garota de aproximadamente 12 anos com cabelos ruivos gritava ordens, umas 7 outras meninas de 11 a 14 anos corriam e gritavam, disparando flechas no Minotauro, minha mãe e meu padrasto estavam abraçados e em segurança dentro do carro, em pouco tempo, as garotas haviam amarrado o animal em uma jaula, mas o Minotauro se debatia, prestes a sair do lugar, senti algo crescer dentro de mim, senti algo subir por minhas veias e fazer doer minha cabeça, naquele momento de pánico, de algum jeito, eu fiz surgir do chão dois esqueletos, que correram até o animal, e ajudaram as meninas com ele.
-Olá, Gabriela!- A garota de cabelos ruivos se aproximou de mim.- Você parece muito assustada com tudo isso, Thalia, quer ter o prazer de explicar á ela o que vocês são? E é claro, fazer nossa proposta?- Uma garota de olhos azuis intensos, cabelos pretos e uma faixa brilhante em sua roupa se aproximou de mim e da garota.- Gabriela, se despeça de sua família, temos que leva-la para o Acampamento Meio-Sangue.- Eu já não estava entendendo nada á muito tempo, agora, menos ainda, olhando para aquelas garotas, o bicho, os esqueletos e minha família, apenas assenti com a cabeça, e corri na direção de minha mãe.
---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Depois de falar com minha mãe, ela se despediu de mim, e me fez jurar que visitaria ela todo o mês, as garotas, que se chamavam Caçadoras estavam com pressa, elas diziam que nossa presença poderia atrair mais monstros, nós todas entramos em um carro iluminado que me disseram ser de Apolo, onde a garota chamada Thalia contou que eu era filha de um deus grego com minha mãe, portanto eu era uma semideusa, ela me contou que era uma semideusa também, e depois me explicou quem eram as Caçadoras, meninas que juraram abandonar os homens e ajudar a deusa Artémis em suas caçadas. As caçadoras me fascinaram tanto, que não resisti ao convite de Thalia, e resolvi virar uma caçadora também, em parte foi fácil, eu apenas tive que fazer um juramento á Artémis.
Em pouco tempo, já estávamos no tal Acampamento Meio-Sangue, eu achei um lugar maravilhoso, mas nem pude conhecer o acampamento direito, tudo que vi, foi o Chalé 8, e a grande fogueira, onde um simbolo pairou sobre minha cabeça, e o nome que os campistas deram á isso, foi que Hades havia me Reclamado, ou seja, meu pai olimpiano era Hades. Depois de sair do acampamento, eu fui com as caçadoras seguindo Artémis em suas missões, mas uma coisa, minhas amigas nunca souberam, que uma noite antes do ataque do minotauro, eu havia sonhado que um homem me dava um presente, e quando cheguei ao acampamento, ainda vestia em meu pijama(Ué, quando um Minotauro ataca e depois garotas te levam para um acampamento, não se sobra tempo para trocar de roupa) e dentro do bolso dele, havia um pequeno anel em forma de caveira, que quando retirado de meu dedo, se transformava em uma faca de ferro estígio.

avatar
Gabi Diangelo
Campista Recém-chegado
Campista Recém-chegado

Mensagens : 1
Data de inscrição : 01/11/2012

Dados Pessoais
Level: 1
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Apresentação

Mensagem por Samiley Roses Dark Knight em 20/10/14, 08:52 am

Eu estava saindo da biblioteca pública da minha cidade, Daphne, Alabama, virei a esquina com a intenção de ir para casa, porém avistei três velhinhas sentadas à frente de um tear movendo linhas para cima e para baixo. Eu não entendia o porque, mas aquilo me lembrava algo.
Apertei o livro em minhas mãos com mais força. Ele não era tão grosso como os do meu professor de História, mas provavelmente serviria. Angus havia me pedido para lhe entregar um trabalho detalhado da mitologia grega, não porque estava na matéria, mas para recuperar minha nota perdida por falta de atenção. O livro que eu escolhi se chamava "O Livro de Ouro da Mitologia Grega - História de Deuses e Heróis", de Thomas Bulfinch. Só o escolhi porque parecia ter bastante informação, eu não tinha lido nem mesmo uma frase nele contida.
As velhinhas com mantos negros não sorriam nem por um segundo, as faces neutras extremamente concentradas nos fios dourados no tear, a velhinha mais distante, que, se eu estivesse mais perto, estaria de frente para mim, estava com uma tesoura em mãos e depois que as outras puxaram um pouco um fio, cortou-o. Senti um calafrio que tremeu todo o meu corpo, me senti enjoada e desmaiei.
Quando acordei, um menino esquisito que me provou ser um fauno... bem, me corrigiu com certa arrogância: "sátiro", me falou que eu era uma semideusa. Há! Como se fosse possível, mas... por algum motivo eu não duvidei e o deixei me levar ao que ele chamou de "Acampamento Meio-Sangue".Criativo...
Durante três dias, que levamos para chegar ao nosso destino, fomos perseguidos por monstros.
Estou com medo. A antiga Samiley não existe mais, aqui apenas há uma semideusa de quatorze anos que vive a vida segundo a segundo assustada, esperando a morte.
Quíron me disse que as velhinhas eram as Parcas, decidiam o destino de cada indivíduo na terra, deus ou não.
E eu fico me perguntando se serei eu a morrer, como elas previram naquele dia ou outra pessoa, alguém próximo...
avatar
Samiley Roses Dark Knight

Mensagens : 1
Data de inscrição : 20/10/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja bem vindo, campista!

Mensagem por Ella Price em 01/11/14, 12:38 am

Quem é você?:


Eu sou Ella Price, vou resumir minha vida pra vocês. Eu nasci dia 13 de março de 1995, minha mãe se chama Amanda Price. Nunca cheguei a conhecer meu pai, minha mãe disse que ele teve que "fugir" antes de eu nascer. Minha mãe então arranjou um emprego no jornal como uma simples repórter. Enquanto eu pra melhorar a situação, só era expulsa das escola por "alucinação" (Juro que não alucinei nada! Existe mesmo monstros de um olho só que te perseguem na Pré-Escola.) O tempo foi passando e minha mãe virou uma repórter famosíssima, para casos graves (Onde ela tem que ir perto de furacões, vulcões, tempestades e entre outros.). Fui totalmente contra esse trabalho mas hoje em dia voz de menor de idade é igual voz de mudo. A poucos dias minha mãe me falou sobre meu pai, só que ela não me disse ao certo que era. No dia seguinte ela sumiu, procurei em todo lugar. Agora eu fico no acampamento me perguntando onde ela está.
avatar
Ella Price

Mensagens : 2
Data de inscrição : 01/11/2014
Idade : 22
Localização : Acampamento Meio-Sangue, Long Island

Dados Pessoais
Level: 1
Vida:
100/100  (100/100)
Energia:
100/100  (100/100)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja bem vindo, campista!

Mensagem por Leo Magatti em 07/02/15, 03:53 pm

Eu sou Leo Magatti, um adolescente de 15 anos,meu pai Robert Magatti,um fazendeiro do Arkansas me contava que precisamos ser francos,então ele me disse que minha mãe era diferente, assim como eu,eu tambem sempre me senti diferente, na minha antiga escola era difícil me enturmar, tudo bem que era uma escola com base em agronomia mas eu sentia que me destacava, conhecia grãos e como cultiva-los,des da qualidade da terra até a profundidade ideal, era muito agredido,me xingavam.um dia falei pro meu pai e ele disse que tudo ia melhorar,então ele falou que eu era um semideus,eu não entendi no momento,porem ele me explicou que minha mãe era uma deusa,ele me contou que havia mais pessoas como eu,disse que havia um lugar seguro.contudo contou que iria ser um caminho longo,com monstros,perigos.saímos,para Long Island,encontramos uma mulher metade cobra,metade gente,mas fugimos,para alguém do interior e normal matar com cobras,porem aquela era de dois metros ou mais e era metade mulher.estava-mos em algum lugar numa floresta,quando um ciclope de três metros nos atacou, meu pai me mandou correr,ele disse que estava-mos perto,eu não queria deixa-lo,mas obedeci,ele me mandou n olhar para trás, eu corri com os olhos cheios de lágrimas,até que ouvi um grito de dor, não olhei, vi uma colina e logo depois um portal escrito acampamento meio sangue.atravessei-o e parei para recuperar o fôlego,olhei para trás e vi o ciclope atrás de mim, desmaiei e acordei num lugar onde havia várias macas,presumi que era um hospital e que tudo não passava de um sonho,mas logo vi que n era. Não reclamado

Leo Magatti

Mensagens : 1
Data de inscrição : 07/02/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Seja bem vindo, campista!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum